O que fazer quando o freio do carro quebrar?

freio

Já passou pela sensação de não conseguir apertar o pedal? É assustador. Porém, é possível evitar acidentes sem entrar em pânico.

Imagine a situação: você está na estrada ou na cidade indo até seu destino e precisa frear o carro para fazer uma curva ou diminuir a velocidade, porém o pedal do freio parou de funcionar. E agora? Nesse momento é fundamental não entrar em pânico para sair ileso dessa situação.

Não é algo comum de algum de acontecer, mas seja o freio a vácuo ou a direção, seja ela hidráulica ou elétrica, podem acabar perdendo a assistência e a consequência em ambos os casos é parecida: o endurecimento do pedal do freio e/ou do volante. É preciso ter sangue-frio para saber como sair desse problema.

O que todos especialistas dizem é para de jeito nenhum entrar em pânico – tá, é mais difícil do que parece, mas é importante respirar fundo. Uma das saídas é você pisar com muita força, pois mesmo que o freio tenha perdido a assistência você vai conseguir frear, porém, o pedal fica extremamente rígido, tendo que ter muita força para conseguir.

Outra dica muito importante e mais fácil, é você ir reduzindo as marchas aos poucos. Se você está na quarta marcha, passe para a terceira, e assim até chegar a primeira. Fazendo isso o carro já vai estar parando, pois isso faz com que o motor fabrique vácuo. Você também pode ir puxando o freio de mão, de forma gradativa, até fazer com que o carro pare.

Se o seu câmbio for automático, a ideia é a mesma, ir reduzindo as marchas, chegando até a primeira. Quando a velocidade chegar a 20 ou 15km/h é necessário pisar ao máximo no freio ou usar o freio de mão para fazer com que o carro pare por completo.

Muitos acreditam que nesse caso você deve desligar o carro. JAMAIS faça isso, se você desligar a chave de ignição e tentar ligar novamente pode ser que o volante trave e você cause um acidente.

Conseguiu entender como agir nessas situações? Não se desesperar é o primeiro passo, depois você pode seguir algumas das dicas anteriores e não causar nenhum acidente.