Tanque cheio gasta mais combustível?

wolloko-tanque

Em época de gasolina mais cara, todo argumento se torna válido para não completar o tanque na hora de abastecer. Muitas pessoas acreditam que, com o tanque cheio, o automóvel gasta mais combustível. No entanto será que isso acontece de verdade?

A resposta é simples: não. A questão muitas vezes levantada é que o peso extra do líquido seria um fator preponderante para que o veículo ficasse pesado a ponto de consumir mais combustível. Entretanto, isso apenas não acontece.

wolloko-tanque3

A densidade da gasolina encontrada nos postos brasileiros varia entre cerca de 720 e 775 g/l. O tanque do Chevrolet Onix, o carro mais vendido do Brasil no momento, tem uma capacidade de 54 litros. Ou seja, se você completar o tanque de gasolina, ele pesará apenas 40 quilos a mais em comparação com um tanque vazio. Essa carga extra equivale a somente uma criança a mais como passageira, o que não altera de maneira sensível o consumo.

Por outro lado, muitos afirmam ter a impressão de que o combustível a gasolina é mais consumida da metade do tanque para baixo. Porém, isso não passa de uma impressão. Os principais motivos é porque o tanque de gasolina não é uniforme e a relação entre o mostrador do consumo de gasolina e o tanque não é completamente exata. Ou seja, quando o ponteiro marca meio tanque, é possível que o veículo já esteja com menos da metade. E é por isso que o motorista pode ter a sensação do que na primeira metade o carro gasta mais.

wolloko-tanque2

Além disso, o sistema de injeção eletrônica dos automóveis produzidos hoje em dia – responsável por calcular a quantidade necessária de combustível para suprir a necessidade da aceleração – é bem mais eficiente que há algum tempo. Para resumir, os carros de hoje fazem a mesma média de consumo com o tanque cheio ou próximo da reserva.