Você sabia que a CNH sofrerá nova mudança?

cnh

A CNH deixará de ser feita de papel e será substituída pelo plástico dotado de chip, muito semelhante aos cartões de crédito.

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) sofrerá uma mudança no próximo ano. Ela deixará de ser feita de papel, para ser produzida de plástico, do mesmo tamanho e formato dos cartões de crédito. Outra mudança significativa é que o documento também contará com um chip.

Este chip servirá como uma espécie de armazenamento de dados, como possíveis multas e infrações de trânsito, e deixará a conferência pelas autoridades mais fácil. Além disso, segundo o Denatran, não há riscos de leitura de dados do condutor em casos de perda ou extravio.

Existem ainda, alguns outros benefícios que estão em estudo, como o pagamento de pedágio e acesso ao transporte público, bem como o acesso a prédios públicos, universidades e estacionamentos e identificação através da biometria, pois o chip do cartão terá cadastrado suas digitais.

Porém, vale ressaltar que esses recursos ainda levarão tempo para existem, pois dependem de convênios entre instituições públicos e privadas com aprovação do Denatran.

A mudança deve acontecer gradativamente e deve estar totalmente regularizada até o início do outro ano: 1º de janeiro de 2019. Entretanto, não é necessário realizar a mudança antes da renovação natural da CNH – a menos que você queira – uma vez que a transição para o novo modelo será automática no momento da renovação.

Ainda não há valores oficiais, isso será de responsabilidade do Denatran de cada cidade, quando a mudança estiver definida. Em São Paulo, a renovação atualmente custa R$41,37 e o acréscimo de R$11,00 para a entrega pelos Correios do modelo atual.

Curtiu a mudança? Ela de fato trará maior segurança ao documento, além de aumentar a sua durabilidade.